Helicóptero combate incêndio em Andradas

0
144

Helicóptero combate incêndio em Andradas . A aeronave de prefixo PPBMM do Corpo de Bombeiros tenta apagar o incêndio que destrói Serra do Caracol. O fogo teve início na madrugada desta quinta-feira 21 de setembro por volta das 6 hs da manhã e continua até o momento.  Faz quatro dias que o fogo acaba com a serra, matando animais silvestres e destruindo a vegetação.

helicóptero Arcanjo Prefixo PP BBM Bombeiros de Minas Gerais sobrevoa Andradas

O helicóptero Arcanjo começa a atuar em toda a região Sul de Minas, depois de atuar na Pedra Branca em Caldas, a aeronave está em Andradas. Além de atendimentos em casos de urgência como acidentes em rodovias e transporte aeromédico em parceria com o Samu, o helicóptero  trabalha em ocorrências como incêndios florestais, prevenção aquática, salvamento em altura e resgate em locais de difícil acesso.

Uma equipe tenta acabar com o fogo. “Grupo de combate ao incêndio da Serra do Caracol, estiveram presentes a GM, Bombeiros, equipe da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, Bombeiros do Estado de SP e voluntários como o pessoal da World Adventure.”

A Serra queima do lado de Andradas, do lado de Poços de Caldas está destruída, subi na serra para ver de perto os estragos que somam quase um milhão de reais, somente uma operadora de internet perdeu meio milhão de reais em cabos de fibra ótica. Veja o fogo da Serra na torre de TV.

 

Veja a seguir imagens impressionantes do Olhar Aéreo

Veja mais imagens impressionantes do fogo

A Prefeitura de Andradas com o seu caminhão pipa e o corpo de bombeiros de Poços tentem no momento apagar o incêndio.Queimada destrói Serra do Caracol em Andradas e segundo Rodrigo Cezar Carlin, da Guarda Municipal, “não tem o que fazer, nós na parte da manhã realizamos o *aceiro, o lado que começou o fogo foi controlado, do lado de cá os bombeiros estão verificando. Existe muito risco devido a fumaça. No momento dois homens do corpo de bombeiros está no loca.”

Prefeitura e bombeiros trabalham no combate a queimada na serra, que está localizada próximo a rodovia BR 146 Andradas-Poços. A cidade amanheceu encoberta pela fumaça e fuligem. Algumas escolas optaram por dispensar os alunos das aulas. Sem previsão de chuva, os incêndios avançam nas áreas verdes do Sul de Minas. Poços tem fogo na serra, Caldas na Pedra Branca e agora Andradas.

Como está a serra neste momento?

Serra continua pegando fogo

Vem Chuva?

Incêndio destrói Serra do Caracol em Andradas-MG, o lado de Poços de Caldas está destruído e agora o fogo queima a floresta no lado de Andradas, a solução seria uma chuva, que ajudaria a acabar com o fogo. Segundo o Climatempo hoje teremos Sol e aumento de nuvens de manhã. Possibilidade de pancadas de chuva à tarde e à noite, vamos rezar para que a chuva venha. Para Deus nada é impossível, se ao homem apagar o fogo fica difícil para Deus basta uma oração, pense nisso. Veja o que Diz Jesus Cristo. Ele respondeu: “Se vocês tiverem fé do tamanho de uma semente de mostarda, poderão dizer a esta amoreira: ‘Arranque-se e plante-se no mar’, e ela lhes obedecerá.”

Lucas 17:6

 

Arcanjos de Minas – Aeronave combate incêndio em Andradas

A palavra “arcanjo” vem de uma palavra grega que significa “principal dos anjos” ou “mais importante dos anjos”. Em Minas Gerais, uma Esquadrilha de Arcanjos corta os céus do estado diariamente fazendo o que melhor sabem fazer: salvar vidas.

O mais novo integrante dessa Esquadrilha entrou em operação há um mês e já foi o responsável por 25 atendimentos, contabilizando um saldo de 23 vítimas salvas. O helicóptero modelo biturbina EC-145, batizado de Arcanjo 4, reforça a frota do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) que hoje é formada por dois helicópteros Esquilo e uma avião Cessna.

Esta imagem mostra tudo, o Arcanjo dos Bombeiros passa em frente a serra, acompanhado por um pássaro, parece que a natureza tenta ajudar os bravos combatentes.

Arcanjo de Minas

A chegada do Arcanjo 4 coloca Minas Gerais no posto de estado pioneiro na utilização de aeronaves modelo EC-145 exclusivamente para o serviço aeromédico. “ Graças ao reforço, Minas tornou-se referência entre os Corpos de Bombeiros em todo o Brasil”, explica o Capital Dias, um dos comandantes da aeronave. Assim como seus “irmãos de missão”, o Arcanjo 4 é responsável pelo atendimento de ocorrências de transporte interhospitalar de pacientes, atendimento pré-hospitalar, buscas e salvamentos, além de transporte de órgãos para o MG Transplante, e potencializou esses atendimentos devido não só à qualidade da aeronave, mas também pela integração com o SUS Fácil.

O Sistema entrou em vigor em fevereiro e formalizou a comunicação do CBMMG com os hospitais. Uma equipe do SUS Fácil manda e-mail direto para o CBMMG para análise e atendimento. As solicitações também chegam pelo telefone do Samu (192) e da Centro de Operações de Bombeiros (193). Segundo o Coronel Luiz Henrique Gualberto Moreira, comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, esta é a principal função do atendimento aéreo. “Duplicar a capacidade de atendimento adequado às vítimas e reduzir chances de morte e de sequelas”, comenta.

O helicóptero EC-145, adquirido pela Secretaria de Estado da Saúde por R$ 34 milhões, pode transportar até duas vítimas graves e ainda permite manobras da equipe médica no paciente por causa da cabine mais espaçosa. Em seu interior há uma pequena UTI aérea, com equipamentos como bomba de infusão, cardioversor de última geração, ventilador para transportes de vítimas que necessitem de ventilação controlada e incubadora com ventilador para recém-nascidos, entre outros equipamentos utilizados nos Estados Unidos e na Europa. Em 2014, o Batalhão de Operações Aéreas atendeu a 704 ocorrências e transportadas 242 vítimas.

O uso dos helicópteros para o atendimento às ocorrências diminuiu o tempo de chegada ao local onde as vítimas estão. Um ganho enorme para a população, seja em qualquer lugar do Estado. Na rede pública, há helipontos no Hospital de Pronto Socorro João XXIII e no Hospital Risoleta Neves.Ambos em Belo Horizonte. Está sendo construído outro no novo Hospital do Barreiro, ainda em obras.

Existem também helipontos nos hospitais particulares Biocor, Mater Dei e da Unimed. Contudo a falta de heliponto em alguns centros de saúde não é um empecilho para a realização das missões, pois a aeronave pousa com facilidade em locais não preparados.

Aeronave na serra de Andradas

Nota: Quem chamou o helicóptero para Andradas?

Não importa quem chamou o helicóptero, o que importa é que a aeronave está em Andradas tentando apagar o fogo da serra. O momento se tornou briguinha política para mostrar quem tem mais foça, quem é competente ou incompetente. O momento não é de brigas políticas. O correto é Petistas ou PSDBistas, esquerda ou direita levantar a cadeira e ajudar os bravos guerreiros que combatem o incêndio. Para aqueles que não podem ajudar, uma oração para que o trabalho dos bombeiros surta efeito. #JuntosAndradas. A união faz a força.

Quem trouxe a aeronave foi o corpo de bombeiros e os políticos não fazem mais que a sua obrigação em realizar uma ligação para este ou aquele deputado. Fica aqui meu aplauso aos voluntários, bombeiros e GM que estão tentando fazer algo.

Equipe de combate ao incêndio (Foto de Elton Carvalho)

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome