Homem é preso com maconha plantada em casa e explosão de cofres da região

0
26
Homem é preso após roubar sítio na Vargem do Rigoni
Homem é preso após roubar sítio na Vargem do Rigoni

Homem é preso com maconha plantada em casa e explosão de cofres da região

 

Em Andradas ceramista é preso com pés de maconha em casa

Foto: Polícia Militar

Na tarde de segunda-feira (11) por volta das 12h, a Polícia Militar de Andradas realizava Operação Antidrogas quando recebeu denúncia anônima dando conta que um homem cultivava pés de maconha em sua residência na Vila Camargo, em Andradas.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os militares se deslocaram ao endereço informado e no local encontraram quatro pés de maconha e três tabletes pequenos de maconha.

O autor tem 27 anos e trabalha como ceramista. Ainda de acordo com o BO, ele confirmou que as plantas encontradas eram realmente pés de maconha e confessou que as estava cultivando há oito meses, tendo sido preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Polícia Civil com as drogas apreendidas.

Informações do Portal da Cidade

 

Criminosos explodem cofres de duas agências bancárias em Botelhos

Pelo menos 15 criminosos explodiram os cofres de duas agências bancárias durante a madrugada desta terça-feira (12) em Botelhos (MG). Durante o crime, eles dispararam tiros usando um fuzil e outra arma calibre doze.

As agências alvos da ação são do Banco do Brasil e do Sicoob e foram atacadas por volta de 1h. Segundo a Polícia Militar, as duas agências ficam na avenida Major Antônio Alberto Fernandes.

Após conseguirem explodir os cofres, os criminosos fugiram sentido Divisa Nova (MG) e, até esta publicação, a polícia seguia em rastreamento para tentar localizá-los. Várias balas das armas usadas foram encontradas dentro das agências pela polícia. Não houve feridos.

Informações do G1

Moradores reclamam de projeto para alterar exploração mineral em Caldas

oradores e ambientalistas estão preocupados com um projeto que quer alterar artigos de uma lei de 2006 que trata sobre a exploração mineral na região da Pedra Branca, em Caldas (MG). Eles têm receio de que a área explorada aumente de 50 hectares para mais de 2 mil hectares.

Na época, a lei transformou a região em uma área de preservação ambiental, que ficou conhecida como Santuário Ecológico da Pedra Branca. O artigo 56 proíbe qualquer atividade de mineração, com exceção para as empresas que já atuavam na região.

Mas um novo projeto quer alterar artigos dessa lei e preocupa as pessoas que vivem na região. O autor da proposta, vereador Emerson Junqueira (PTB), garante que não vai permitir a instalação de novas mineradoras na cidade e diz que a ideia é apenas ajudar as empresas que possuem licença a voltarem a explorar na região.

“Só aquelas que em 2006 já estavam instaladas estão garantidas a que possam trabalhar. Novas empresas não virão”, diz o vereador.

Lei quer alterar regras de exploração da Pedra Branca, em Caldas (MG) (Foto: Reprodução EPTV)

Mas ambientalistas acreditam que as mudanças podem aumentar a área minerada e que elas irão ajudar as atuais mineradoras a conseguir licenças para explorar novas áreas.

“Nós não somos contra os empregos gerados e as atividades de mineração que já estão instaladas e já têm as suas licenças de mineração estejam atuando de acordo com a legislação. Muito pelo contrário, que bom que existe esse setor que está funcionando”, diz Daniel Tygel, presidente da Aliança em Prol da Pedra Branca.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome