Vice Governador Toninho Andrade faz revelações bombásticas em Andradas

0
156

O vice governador Toninho Andrade faz revelações bombásticas em Andradas. Elias Batista entrevista o vice-governador  do PMDB e o deputado Rodrigo Pacheco. Na Pauta a Rodovia do contorno de Andradas-MG; investigações do caso da JBS; Rodrigo Pacheco Governador de Minas? PT x PMDB. Veja no vídeo abaixo e confira a estes assuntos.

O vice-governador e presidente estadual do PMDB, Antônio Andrade, participou no dia 16 de setembro de 2017 do Encontro Regional do partido em Andradas-MG. Além do prefeito do município, Rodrigo Lopes e do deputado federal Rodrigo Pacheco, estiveram presentes o deputado estadual Leonídio Bouças, o ex-deputado e prefeito de Pará de Minas, Antônio Júlio, vereadores e lideranças de toda a região.

Toninho Andrade faz revelações bombásticas 1 – PMDB lança candidato aoi governo do Estado.

Toninho Andrade faz revelações bombásticas 2 – Rodrigo Pacheco é candidato a governador.

Toninho Andrade faz revelações bombásticas 3 – Não recebi dinheiro da JBS.

 

Antes do evento, Antônio Andrade atendeu a imprensa e recebeu o pedido de finalização da obra do entroncamento na entrada da cidade, a rodovia do contorno, pleito antigo da população. Em entrevista Toninho Andrade faz revelações bombásticas como o racha PT x PMDB e Rodrigo Pacheco para o governo de Minas.

O que prevê a reforma política? clique aqui e saiba mais

Rodovia do Contorno

As obras da Rodovia do Contorno foram iniciadas em 2014. O projeto previa a construção de cinco quilômetros de rodovia, visando desafogar o trânsito da cidade. Mas o trabalho parou depois que o PSDB perdeu as eleições estaduais.  Onde antes estava o maquinário restaram pedras e algumas manilhas. De acordo com as autoridades, dois motivos levaram a esta paralisação na época: as chuvas e a falta de dinheiro.

 

O trabalho realizado até o momento abrange somente 3 quilômetros da Rodovia do Contorno. As duas pontas da rodovia, ou seja, cerca de dois quilômetros localizados no início e no final do trajeto terão que ser relicitadas por conta de falhas no projeto original, aliás a parte mais difícil. Isso deverá atrasar ainda mais a obra.

 

Ainda não existe prazo definido para que o trabalho recomece, uma articulação política poderia ajudar a mudar esta situação. O negócio é aproveitar o ano político de 2018, se sair até a eleição, bem, se não sair a população tem que esperar sentada, senta se não cansa.

Toninho Andradas esteve em Andradas,  quem é ele?

Antônio Eustáquio Andrade Ferreira (Patos de MinasMG18 de junho de 1953) é um político brasileiro. Graduado em Engenharia civil pela Universidade Federal de Minas Gerais, é produtor rural.  Integra o PMDB desde 1987. Foi prefeito da cidade de Vazante de 1989 a 1992. Elegeu-se consecutivamente Deputado estadualde Minas Gerais em 1994, 1998 e 2002. Em 2006 se elegeria Deputado federal, sendo reeleito em 2010.[2]. Em 2014 foi eleito Vice-Governador do estado de Minas Gerais pela chapa do petista Fernando Pimentel com 5.359.870 votos.

Desde 7 de março de 2012 era o presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, quando em 16 de março de 2013 foi empossado do cargo de ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Governo Dilma Rousseff. Deixou a pasta em 17 de março de 2014 em uma reforma ministerial promovida pela presidente.

Concorreu ao cargo de vice-governador de Minas Gerais nas eleições em Minas Gerais em 2014 na chapa encabeçada por Fernando Pimentel do Partido dos Trabalhadores e elegeram-se ainda no primeiro turno.

Em 2015, na Convenção Estadual do PMDB, foi reeleito presidente da Executiva Estadual do partido em Minas Gerais, assumindo o mandato até 2017.

Na disputa do segundo turno das eleições municipais de 2016, mesmo sendo vice-governador numa aliança com o PT, apoiou João Leite do PSDB para prefeito de Belo Horizonte . Na foto que selou esta aliança, Antônio Andrade e Aécio Neves são os protagonistas do simbólico aperto de mãos.

 

Toninho Andrade faz revelações bombásticas, ele não recebeu dinheiro da JBS. 

Veja a matéria da BBC, que aponta os 12 suspeitos: quem é quem no ‘quadrilhão do PMDB’

Segundo a BBC, ao concluir a investigação sobre a suposta organização criminosa formada por integrantes do grupo político conhecido como PMDB da Câmara, a Polícia Federal colocou Michel Temer no centro de dois organogramas nos quais orbitam auxiliares diretos, ex-assessores que já foram presos e aliados de longa data do presidente.

Além de Temer, apontado no relatório como alguém que tinha poder de decisão nas ações do grupo, a PF identificou outras 11 pessoas que seriam parte do que agora está sendo chamado de “quadrilhão do PMDB”. Um dos suspeitos seria Toninho Andrade.

Para a PF, ele tem “posição de destaque nos fatos investigados”. É suspeito de ter participado da edição de atos no Ministério da Agricultura para favorecer a JBS que, em troca, teria pago R$ 7 milhões a integrantes do grupo do PMDB investigado pela PF. Informa a BBC.

Toninho Andrade faz revelações bombásticas, na entrevista acima ele diz que não tem ligação e não recebeu dinheiro da JBS.

 

 

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome