Cerveja artesanal vira febre em Andradas

0
118

Runa Laguz, Boaz e General Beer, nomes estranhos, mas não em Andradas-MG, conhecida pela terra do vinho, a cidade está se rendendo para a febre da cerveja artesanal. Além de muitos aventureiros que fazem cerveja de panela, existem três grandes cervejarias que estão agradando os mais requintados paladares.

A cerveja é um produto que existe há mais de seis mil anos, inicialmente produzida pelos sumérios e egípcios. Na Idade Média, século XIII, os cervejeiros germânicos foram os primeiros a empregar o lúpulo na cerveja, conferindo as características básicas da bebida atual.  No Brasil, os primeiros desembarques de cerveja aconteceram com a família real portuguesa e sua fabricação no Brasil ocorreu a partir de 1836.

Curiosidade Sobre o Consumo

A cerveja é a segunda bebida mais consumida no mundo e a número um no Brasil, presença indispensável em qualquer evento. O brasileiro consome em média 62 litros por ano, ocupando a 17ª posição no ranking mundial, que tem a República Tcheca em primeiro lugar, com 143 litros per capita, seguida da Áustria, Alemanha e Irlanda.

O Brasil é o 3º maior produtor de cerveja do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e China, com fabricação anual, entre grandes, pequenas e microcervejarias, de 13,4 bilhões de litros, um mercado que cresceu 64% em uma década. De acordo com a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), em dez anos o Brasil foi de 70 para 700 cervejarias, fora as que não possuem registro. Em 2018, por exemplo, cerca de 185 novas fábricas foram registradas, um crescimento de 35% no ramo. Andradas tem hoje três cervejarias.

A cerveja artesanal se difere da comum pelo grande cuidado em todo o processo produtivo, com uma preocupação maior na hora da fabricação por parte do cervejeiro, desde a escolha das diversas possibilidades de estilos, sabores e aromas até do nome e rótulo.

 

Pesquisa feita pela UNIFAE mostra a preferência por cerveja na região, segundo a pesquisa 66,6% dos jovens tem o hábito de tomar cerveja, somente 33,3% não costuma degustar a bebida. Já quando o assunto é marca, a tradicional Brahma continua liderando.

 

Marcas preferidas:

1º- Brahma

2º Skol

3º Stella Artois

4º Budweiser

Baden Baden

Trapist

Original

Serra Malte

Amistel

Hineken

Como diria Zeca pagodinho: “A cerveja e a cachaça são os piores inimigos do homem. Mas o homem que foge dos seus inimigos é um covarde.”

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.