Eleição 2020 pode ser adiada, uma faca de dois gumes

0
1107
Eleição presidencial já tem 11 pré-candidatos
Eleição presidencial já tem 11 pré-candidatos

A Eleição 2020 pode ser adiada. O congresso discutirá o possível adiamento das eleições municipais devido ao Covid 19. A eleição para novos prefeitos(as) e vereadores pode ser adiada, desde que os antigos mandatos não invadam 2021. Uma faca de dois gumes. Se por um lado a idéia de se evitar a pandemia do Covid 19 é nobre, por outro tem que se estudar o lado obscuro das intenções dos nobres políticos brasileiros.

“Camarada, é um tema que acredito ser bastante complexo. Por um lado, tem a questão objetiva da pandemia e a falta de ação coordenada para combatê-la, o que justificaria um certo adiamento, dentro de um quadro de achatamento da curva de contaminação. Por outro lado, pode servir para solapar de vez a democracia, sendo utilizada para instaurar “prefeitos biônicos”, ou algo parecido, talvez sob o comando de juízes… É aquela situação de se ficar o bicho…” Afirma Paulo Basso (PCdoB de Poços de Caldas-MG)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou na última terça-feira (19) que será criada uma comissão mista, composta por parlamentares, para avaliar a possibilidade de adiamento das eleições municipais sem a prorrogação de mandato de prefeitos e vereadores. Maia afirma que antes de passar pela análise dos deputados, a medida será discutida com o ministro Luís Roberto Barroso.

A realidade é que os verdadeiros defensores da democracia podem e devem discutir o adiamento das eleições municipais e se for para o bem do povo, deve ter todo apoio dos parlamentares, mas se for para perpetuar o poder de políticos alinhados com um certo centro da política nacional, que seja revisto o apoio aos mesmos. Afinal : “Aquele que se ajoelha diante do fato consumado não é capaz de enfrentar o futuro.” Dizia Leon Trotsky.

Caso não exista mudança de data, veja o calendário das eleições sem a mudança.

4 de outubro 1º turno das eleições municipais (votação das 8h às 17h); 5 de outubro Liberação da propaganda eleitoral em diferentes mídias e comícios para o 2º turno, a partir das 17h 9 de outubro Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão para o 2º turno; 23 de outubro Último dia da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão; 25 de outubro 2º turno das eleições municipais (votação das 8h às 17h)

 

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.