Foguete Star Ship da Space X explode após o lançamento

0
476

O superfoguete Starship, da SpaceX , explodiu após o lançamento nesta quinta-feira (20), minutos depois de sair da base em Boca Chica, no estado americano do Texas (veja vídeo do Studio46)Não havia tripulação neste voo de teste. Este é o maior foguete já construído pela humanidade.

O lançamento ocorreu às 10h33 (horário de Brasília), mas a nave mais poderosa da história não conseguiu atingir a órbita terrestre. O Canal Studio46 no Youtube transmitiu ao vivo o lançamento e a explosão. Veja Isso Agora.

Sobre o Star Ship

Starship é um foguete e espaçonave financiado pela iniciativa privada composto de um veículo de lançamento e espaçonave completamente reutilizáveis de próxima geração em desenvolvimento pela SpaceX. Ele foi anunciado por Elon Musk, em setembro de 2019. A arquitetura completa do veículo inclui ambos veículos de lançamento e espaçonave que se destinam a substituir completamente todos o hardware espacial da SpaceX no início da década de 2020, bem como a infra-estrutura terrestre para o rápido lançamento e relançamento, e tecnologia de transferência de combustíveis em gravidade zero, para ser implantado em órbita baixa da Terra (LEO). A grande carga útil para a órbita da Terra é de até de 150.000kg o que faz Starship um super heavy-lift veículo de lançamento.A fabricação do primeiro protótipo de upper stage/espaçonave começou no início de 2019, e a nave começou a ser testada também no final de 2019.

O sistema Starship é planejado para substituir os veículos de lançamento Falcon 9 e Falcon Heavy, assim como a cápsula Dragon, mirando inicialmente no mercado de lançamento para órbita terrestre, mas explicitamente incluindo capacidades para suportar voos espaciais de longa duração em ambiente cislunar e de transporte a Marte.[1] A SpaceX espera que dessa forma trazer redução de custos considerável que irão ajudar a empresa a justificar os custos de desenvolvimento e construção do sistema Starship.[2]

SpaceX tinha imaginado inicialmente um design maior para a parte interplanetária das suas ambições de voos espaciais. O design inicial do veículo foi apresentado em setembro de 2016 como parte da visão de Musk para um sistema de transporte interplanetário (ITS, Interplanetary Transport System).[2][3] O veículo ITS tinha sido projetado com diâmetro central de 12m,[4] enquanto o projeto do Starship foi reduzido para 9m, levando apenas metade da carga até LEO com apenas 42 porcento do empuxo de decolagem.[1] Além disso, enquanto o ITS era completamente destinado ao Trânsito Terra-Marte e outros usos interplanetários, a SpaceX pivotou em 2017 para um plano que iria suportar todas capacidades de serviço de lançamento com um único conjunto de veículos de 9 metros: órbita terrestre, orbita lunarviagem interplanetária e potencialmente até transporte intercontinental de passageiros na Terra.[2][5]

Mas o desenvolvimento começou bem antes, em 2012 a SpaceX vem fabricando os motores de foguete Raptor que serão utilizados para ambos os estágios do veículo de lançamento Starship, e o veículo completamente reusável fará uso da tecnologia de reusabilidade que a SpaceX tem desenvolvido desde 2011.[6] Testes de motor começaram em 2016 já que projetos de motores tem tipicamente tem lead times mais longos que outras parte principais de um novo veículo de lançamento. Em 2018, uma nova instalação para fabricar veículos está em construção. A fabricação da primeira nave estava ocorrendo desde o início de 2019,[7] com o primeiro voo suborbital realizado em 2020.[8] O objetivo declarado publicamente de iniciar lançamentos de Starships cargueiros para Marte para o início de 2024-2030, seguido pelo primeiro voo tripulado para Marte um período sinódico depois de 2030.[7][9]

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.