Igrejas foram queimadas no Chile

0
143

Igrejas foram queimadas no Chile. Milhares de manifestantes se reuniram na Praça Itália, no centro de Santiago, no último domingo (18), para uma manifestação que acabou em confronto e vandalismo. O ato foi organizado para comemorar o primeiro aniversário do início dos protestos no Chile para exigir maior igualdade social.

“Contemplamos com tristeza as agressões, saques e os ataques a lugares de oração, espaços sagrados dedicados a Deus e ao serviço solidário das pessoas. Dói-nos ver um templo patrimonial de Santiago destruído e que a destruição seja festejada. Às comunidades da paróquia de La Asunción e à igreja institucional de Carabineros de Chile expressamos nossa especial proximidade.”

Em nota assinada pelo presidente da Conferência Episcopal do Chile, Dom Santiago Silva Retamales, e pelo secretário geral, o arcebispo de Puerto Montt, Dom Fernando Ramos Pérez.

Peritos da Polícia de Investigações do Chile visitaram nesta segunda-feira, 19, as instalações da Paróquia de Assunção, em Santiago, incendiada durante protestos de aniversário de um ano das manifestações por igualdade social no país. Segundo o jornal La Nación, os investigadores já sabem que o local foi alvo de coquetéis molotov e bombas, mas buscam os responsáveis pelo ocorrido. Por causa do ataque, a torre da igreja construída em 1876 caiu.

 

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.