Quem são os candidatos à Presidência da República em 2022?

0
1055

Quem são os possíveis candidatos à Presidência da República em 2022? O Studio46 pesquisou qaus os nomes dos presidenciáveis para esta eleição, conheça cada um e seu hitórico na política. Elias batista fez uma análise de cada nome.

Jair Bolsonaro (PL)

presidente Jair Bolsonaro, 67 anos, se filiou ao PL em novembro para disputar a reeleição. Ele é natural de Glicério (SP), seguiu carreira militar e chegou a capitão. Deu início à carreira política em 1988, quando se elegeu vereador. Depois, entre 1990 e 2018, ocupou a cadeira de deputado federal. Por último, se elegeu presidente como o 1º militar que chegou ao posto pelo voto desde 1945.

Lula (PT)

ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o pré-candidato à Presidência da República pelo PT e o principal adversário de Bolsonaro, segundo as pesquisas de intenção de voto. Lula nasceu em Caetés, na época um distrito Garanhuns (PE), é ex-metalúrgico e governou o país entre 2003 e 2010. Em 2018, foi preso para fins de execução provisória da pena no processo do tríplex do Guarujá e foi impedido de disputar as eleições daquele ano com base na Lei da Ficha Limpa. Em 2021, o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações de Lula. Posteriormente, os processos da Lava Jato contra ele prescreveram ou foram arquivados.

Ciro Gomes (PDT)

Pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes é de Pindamonhangaba, interior de São Paulo. Foi governador do Ceará, ministro da Fazenda no governo Itamar Franco e ministro da Integração Nacional no governo Lula. Disputou as eleições presidenciais de 1998 e 2002 pelo PPS e de 2018 pelo PDT, quando ficou em terceiro lugar. Em 2018, o JOTA mostrou que na ocasião Gomes respondia a 77 processos que requeriam danos morais ou que imputavam a ele o cometimento de crimes contra a honra. Esta é a quarta vez que Ciro Gomes será candidato à Presidência da República.

Simone Tebet (MDB)

Simone Tebet, 52 anos, é natural de Três Lagoas (MS) e formou-se em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Fez carreira como advogada e professora. Em 2002, foi eleita deputada estadual. Depois se elegeu prefeita de Três Lagoas (MS) por 2 mandatos e foi vice-governadora, em 2010. Ao chegar ao Senado, em 2014, liderou a primeira bancada feminina, foi a primeira mulher a presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e participou da CPI da Pandemia. Agora tenta se consolidar como a candidata da ‘terceira via’ à Presidência da República nas eleições 2022.

Luciano Bivar (União Brasil)

Luciano Bivar, 77 anos, nasceu em Recife (PE). Bivar é bacharel em Direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais do Rio de Janeiro. O empresário ficou conhecido primeiro no futebol, como dirigente do Sport Clube do Recife e presidiu uma corretora de seguros. Já está no quarto mandato como deputado federal. Bivar foi presidente do PSL entre 1998 e 2018 e agora é o presidente do União Brasil, partido pelo qual se lançou candidato a presidente da República nas eleições 2022.

Luiz Felipe d’Avila (Novo)

Nascido em São Paulo, Luiz Felipe D’Ávila tem 58 anos e é formado em Ciência Política. Atuou como editorialista, comentarista político, e também como diretor de editoras e escritor. Em seus livros, defende uma agenda liberal. Fundou uma ONG dedicada à formação de líderes políticos e agora é pré-candidato a presidente da República pelo Novo nas eleições 2022.

André Janones (Avante)

André Janones, 38 anos, é pré-candidato à Presidência da República pelo Avante, partido pelo qual ocupa o cargo de deputado federal por Minas Gerais desde 2019. Mineiro de Ituiutaba, Janones é advogado e viralizou na internet com uma série de vídeos sobre a greve dos caminhoneiros em 2018.

Leonardo Péricles (UP)

Leonardo Péricles, 40 anos, nasceu em Belo Horizonte (MG). Péricles deu início à militância política nos anos 2000, no âmbito do movimento estudantil. Na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foi eleito diretor da União Nacional dos Estudantes (UNE). Em 2011, passou a integrar o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), e liderou ocupações urbanas e protestos de junho de 2013 em BH. Em 2020, concorreu à vice-prefeito da capital mineira. Agora Leonardo Péricles deve ser candidato à Presidência da República nas eleições 2022 pelo UP.

Pablo Marçal (Pros)

Natural de Goiânia (GO), Pablo Marçal tem 35 anos e se graduou em Direito. Além de empresário e consultor, Marçal é coach e influenciador digital, além de ter publicado livros de desenvolvimento pessoal. Em janeiro, levou um grupo de 32 pessoas para uma trilha sem guia em São Paulo, e o resgate do Corpo de Bombeiros teve de ser acionado. Com mais de 3 milhões de seguidores nas redes sociais, Pablo Marçal é o pré-candidato à Presidência da República pelo Pros nas eleições 2022.

Vera Lúcia (PSTU)

Oriunda de Inajá (PE), Vera Lúcia tem 54 anos e é socióloga pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Ainda criança, se mudou com a família para Aracaju (SE). Na capital, trabalhou como garçonete, datilógrafa e depois entrou para uma indústria de calçados, e com isso, se engajou no movimento sindical. Em 1992, a partir de uma dissidência do PT, participou da criação do PSTU. Já foi candidata a prefeita, governadora e deputada federal. Agora Vera Lúcia é uma das candidatas para ocupar o cargo de presidente da República nas eleições 2022.

Sofia Manzano (PCB)

Sofia Manzano, 51 anos, é paulista e doutora em História Econômica pela Universidade de São Paulo (USP). Além de economista, também é professora universitária na Bahia. Em 2014, disputou a vice-presidência pelo PCB. Deu início à militância política pelo partido em 1989. A partir de 2013, passou a integrar o movimento sindical de professores, e foi uma das líderes de greves da categoria. Agora Sofia Manzano é pré-candidata à Presidência da República pelo PCB.

Eymael (DC)

José Maria Eymael é natural de Porto Alegre (RS). Ele é graduado em Filosofia e Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Eymael fez carreira não só como advogado, mas também empresário no ramo de marketing e comunicação. Em 1962, se filiou ao antigo Partido Democrata Cristão, e, em 1986, se elegeu deputado federal por São Paulo na Assembleia Constituinte,  e foi reeleito no pleito seguinte. Esta é a 6ª vez que Eymael será candidato a presidente da República.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.