Risco de colapso no sistema de saúde do sul de Minas

0
189

Existe risco de colapso no sistema de saúde do sul de Minas. As cidades de Lavras e Passos, no Sul de Minas, e Araxá, no Triângulo Mineiro, decretaram toque de recolher para tentar evitar o colapso do sistema de saúde após novo aumento dos casos de Covid-19.

 

No caso de Andradas-MG a santa casa está com 100% de ocupação. Em Poços de Caldas 100% dos 73 leitos destinados para a covid estão ocupados, deste total, 36% são moradores de outras cidades. Com sistema trabalhando a 100% existe risco de colapso.

 

No caso de Lavras, a Santa Casa e o Hospital Vaz Monteiro estão com 100% de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19. Os leitos de enfermaria estão com ocupação de 135% e 140%, respectivamente. Já a ocupação do hospital de campanha é de 88,8%. Os dados são do boletim epidemiológico de sexta-feira (28)

 

Pelo menos 30 pessoas aguardam vagas de internação para o tratamento da Covid-19 na região de Passos e São Sebastião do Paraíso. Dezenove delas estão na enfermaria da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Passos (MG) e aguardam vagas em outros hospitais para internação. Só nesta semana, 13 pacientes da cidade foram transferidos para outras cidades, sendo que dois morreram.

A Santa Casa de Passos segue no limite, com todos os 50 leitos de UTI ocupados. A enfermaria também está lotada, com todos os 45 leitos cheios.

São Sebastião do Paraíso, que fica a 50 quilômetros de Passos, também está com a ocupação no limite. A UTI está com 110% de ocupação, com 20 leitos e outros dois improvisados. Já a enfermaria está com 74,46% de ocupação, com 35 leitos ocupados.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.