14 pessoas presas na Operação Duplo X

0
565

A operação Duplo X da Polícia Civil prendeu 14 pessoas em Andradas-Mg na manhã de quarta-feira dia 3 de junho de 20. Um helicóptero, aeronave (Carcará 2) da Polícia Civil, sobrevoou a cidade em apoio a uma mega operação policial.   A operação aconteceu em várias cidades, conta  com diversos policiais de outras cidades. Os Policiais cumpriram mandados de busca e apreensão. Foi apreendido 1 kg de cocaína, veículos, motocicletas, dez mil reais em dinheiro  e quatorze pessoas.

“Esta operação teve o exito de prender 14 pessoas, existia gente dentro do presídio, nosso objetivo era desmantelar uma quadrilha especializada em tráfico de drogas, com o objetivo da diminuição dos crimes violentos…” Hoje nós desencadeamos o final da operação voltada para o tráfico de drogas e não descartamos a lavagem de dinheiro…um dos indivíduos foi localizado em Santa Rita de Caldas, em um terceiro estava em Santo Antonio do Jardim-SP e os demais em Andradas. Foi aprendido 10 mil reais em dinheiro, veículos, motocicletas e 14 pessoas. O nome da operação (DuploX)  é uma alusão a uma operação de 2013 com o nome de X.” estas foram as informações repassadas pelos delegados, a coletiva de imprensa o correu nesta quarta-feira, as 11 hs, foi feita pelos Delegados de Polícia Fabiano Roberto Mazzarotto Gonçalves, pelo Delegado Regional em Poços de Caldas, Gustavo Henrique Magalhães Manzoli, e pelo Chefe do 18° Departamento de Polícia Civil, Edson Rogério de Morais.

Segundo informações, a coordenação da quadrilha ocorria dentro do presídio de Andradas e existiam entregadores e  revendedores de drogas em cidades vizinhas (Jardim e Santa Rita). A aeronave foi para a zona rural para dar apoio na operação. Quem está preso e continua com ação de delinquência tem sua pena aumentada. A polícia teve apoio do setor de inteligência do presídio.

 

Sobre a Ação da Polícia Civil

Foram  cumpridos diversos mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades mineiras de Andradas, Santa Rita de Caldas e Ipuiuna, bem como nos municípios paulistas de São João da Boa Vista e Santo Antônio do Jardim.

Participaram da operação, denominada “Duplo X”, cerca de 60 policiais lotados no 18° Departamento de Polícia Civil. As diligências contaram, ainda, com apoio aéreo (Carcará 2) e do canil da PCMG.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.