A saga dos italianos em Andradas por José Stivanin

0
351

No dia 30 de maio de 2023 o andradense e descente de italianos José Antônio Stivanin, esteve no Studio46 para participar do “Veja Isso Agora”, o tema foi a saga dos italianos em Andradas-MG.  O PODCAST é apresentado por Elias Batista. Stivanin é engenheiro elétrico especializado em telecomunicações, trabalhou por muitos anos na Petrobrás. Ele é neto de Josep Stivanin, que da o nome ao teatro de Andradas-MG. Veja Isso Agora.

Os Italianos em Andradas MG

A cidade de Andradas, localizada no estado de Minas Gerais, Brasil, possui uma rica história relacionada à imigração italiana. A presença dos italianos nessa região remonta ao final do século XIX e início do século XX, quando ocorreu um intenso fluxo migratório europeu para o Brasil.

Na entrevista com José Stivanin foi citada a música “Merica Merica”, que foi citada no livro Vinho & Política, esta música deu origem a uma marca de café do andradense José Stivanin. A canção marca a imigração italiana para o Brasil.

Motivos da Imigração Italiana

Durante esse período, a Itália passava por profundas mudanças sociais, econômicas e políticas, incluindo a unificação do país e o surgimento de um cenário de instabilidade econômica e falta de oportunidades de trabalho. Esses fatores motivaram muitos italianos a buscarem novas perspectivas de vida em terras estrangeiras, e o Brasil se tornou um destino promissor para esses imigrantes.

Em Andradas, a chegada dos italianos foi impulsionada principalmente pela atividade cafeeira, que estava em pleno crescimento na época. A região possuía características geográficas e climáticas favoráveis ao cultivo do café, o que atraiu investidores e trabalhadores interessados em aproveitar as oportunidades oferecidas pela cultura cafeeira.

Os imigrantes italianos que se estabeleceram em Andradas trouxeram consigo seus costumes, tradições e conhecimentos na agricultura. Com habilidades adquiridas em suas terras natais, eles contribuíram para o desenvolvimento da agricultura na região, introduzindo técnicas aprimoradas de cultivo e beneficiamento do café, além de outras culturas agrícolas, entre elas o destaque é a vitivinicultura.

Além do trabalho no campo, os italianos também se envolveram em outras atividades econômicas. Muitos deles abriram pequenos comércios, como padarias, armazéns, industrias e lojas, ajudando a diversificar a economia local. Além disso, eles também participaram ativamente da vida social e cultural de Andradas, contribuindo para a formação de um ambiente multicultural na cidade.

A influência italiana em Andradas pode ser observada até os dias atuais. Nomes de famílias, festividades tradicionais, gastronomia e até mesmo a arquitetura local refletem a herança deixada pelos imigrantes italianos. A cidade valoriza sua história e celebra a contribuição desses imigrantes na formação da identidade local. Festividades como Festa italiana e a festa do vinho tem ligação direta com os descendentes dos romanos.

É importante ressaltar que os italianos em Andradas não estavam sozinhos. Eles conviveram e interagiram com imigrantes de outras origens, como portugueses, libaneses, espanhóis, holandeses, japoneses e alemães, contribuindo para uma rica mistura de culturas e influências que moldaram a cidade ao longo dos anos.

Assim, a presença dos italianos em Andradas, Minas Gerais, é uma parte significativa da história da cidade. Eles deixaram um legado duradouro, tanto nas atividades econômicas quanto na cultura local, e continuam a ser lembrados e celebrados como parte integrante da identidade andradense.

 

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.