Bebê é resgatado de cesto de banheiro de rodoviária de Andradas passa bem

0
657

Segundo as últimas informações, o bebê é resgatado de cesto de banheiro de rodoviária de Andradas passa bem. Um bebê foi resgatado de um cesto de lixo do banheiro da rodoviária de Andradas -MG, depois de um parto de emergência. Uma socorrista do Samu que tinha ido ao local se despedir de um parente foi chamada e conseguiu salvar a criança. Ela estava com as vias respiratórias obstruídas e precisou ser reanimada. O recém-nascido, um menino de mais de 2 kg, parece estar bem e saudável. Veja mais informações da Polícia no site Studio46.

A mãe do bebê disse à socorrista Jaqueline Soares que não sabia que estava grávida e que sentiu fortes dores quando passava pela rodoviária. O parto ocorreu no banheiro, e a mulher disse que colocou a criança no lixo porque achou que ela estava morta.
“Quando eu abri a porta, tinha muito sangue, o neném estava dentro do lixo, com a cabeça para baixo, aí a primeira impressão eu vi muito pedaço, muito sangue e, de repente, o neném mexeu o braço. No que ele mexeu eu não pensei, eu tirei ele, pedi a blusa dela [da mãe], ela sem problemas me deu a blusa, eu enrolei ele, coloquei ele em cima da pia e comecei a reanimá-lo com massagem, desobstruí as vias dele que estavam ensanguentadas e, neste momento, ele chorou”, contou a socorrista.

Jaqueline disse que, segundo relato da mãe, a criança chegou a cair no vaso sanitário após o nascimento. “A mãe disse para mim que, vindo no banheiro, o neném nasceu, caiu no vaso e ela jogou no lixo porque achou que ele estava morto. É difícil julgar, eu não julgo ela, porque cada pessoa, a gente não sabe o que passa pela cabeça das pessoas.”

“Foi um parto de emergência na rodoviária, então imagino que ela estivesse um pouco fora de si, mas é complicado dizer se foi abandono ou não, acho que não compete à gente o caso”, disse o sub-comandante da Guarda Municipal, Anderson de Andradas.
Mãe e criança foram levadas para a Santa Casa da cidade e passam bem, segundo a administração do hospital.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.