Bella ciao , uma canção comunista

0
107
Italy flag, three dimensional render, satin texture

Bella ciao , uma canção de esquerda

Bella ciao é uma canção popular italiana, provavelmente composta no final do século XIX. Na sua origem, teria sido um canto de trabalho das Mondine]trabalhadoras rurais temporárias, em geral provenientes da Emilia Romagna e do Veneto, que se deslocavam sazonalmente para as plantações de arroz da planície Padana. Mais tarde, a mesma melodia foi a base para uma canção de protesto contra a Primeira Guerra Mundial. Finalmente, a mesma melodia foi usada para a canção que se tornou um símbolo da Resistência italiana contra o Fascismo durante a Segunda Guerra Mundial.

A canção termina assim: “Mas chegará o dia em que todos, adeus querida, adeus querida. Adeus, adeus, adeus querida! Mas chegará o dia em que todos,
trabalharemos em liberdade!”


Bella ciao , um hino comunista

A popularidade de Bella ciao teve início na metade do século XX, na época dos festivais mundiais da juventude comunista, realizados em várias cidades, como BerlimPraga e Viena. Nessas ocasiões, a canção era entoada pela delegação italiana, despertando o entusiasmo das demais delegações.

Na história recente, a canção tornou-se uma espécie de hino oficial dos movimentos comunistasanarquistas ou de resistência, mesmo fora da Itália, a exemplo das comunidades zapatistas de Chiapas, para onde foi levada por militantes italianos.

A canção também se popularizou por ser um “hino” dos protagonistas da série La Casa de Papel.

 

Luan Santana abre a 46ª EAPIC nesta sexta

O cantor Luan Santana, um dos recordistas de público da EAPIC (Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de São João da Boa Vista), abre a festa deste ano, na próxima sexta-feira (5).

O sertanejo, famoso pelos looks bastante estilos, trará ao palco sanjoanense os principais sucessos da carreira, além das novidades, como Vingança.

Romeu Zema participa de inauguração de fábrica e visita cidades do Sul de MG

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, visita cidades do Sul de Minas nesta quinta-feira (4). A agenda oficial inclui visitas a três municípios e uma inauguração da fábrica de uma multinacional na região.

Em seguida, viajou para Jacutinga, onde participou da inauguração da fábrica de embalagens de vidro, que se instalou na cidade. A unidade da empresa francesa Verallia terá capacidade de produção de 1,1 milhão de garrafas de vidro por dia e deve gerar 170 empregos diretos e 90 indiretos.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.