As Três Peneiras de Sócrates

0
569

As Três Peneiras de Sócrates.


Certo dia, um homem dirigiu-se a Sócrates com uma informação que acreditava ser do interesse do filósofo: Quero contar algo sobre um amigo teu! Você vai ficar chocado!!!
Aguarde um momento – disse Sócrates. – Antes de contar-me, gostaria de saber se submeteste essa informação às três peneiras.
Três peneiras? O que quer dizer com isso?

Vamos filtrar o que desejas me contar. Sempre devemos usar as três peneiras. Caso não estejas familiarizado, preste atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que o que desejas me dizer é verdadeiro?
Bem, é o que ouvi dizer por aí. Não tenho certeza absoluta se é verdade.
A segunda peneira é a da BONDADE. Certamente, passaste a informação pela peneira da bondade. Ou não?

Envergonhado, o homem respondeu:
Devo confessar que não.
A terceira peneira é a da UTILIDADE. Refletiste se é útil o que vieste falar sobre o meu amigo?
Útil? Na verdade, não.

Então, o sábio concluiu: se o que queres contar não é verdadeiro, bom ou útil, é melhor que o guardes para ti.
Moral da história: Se as pessoas aplicassem esses critérios, seriam mais felizes e direcionariam seus esforços e talentos para atividades mais construtivas, em vez de cederem ao impulso de simplesmente repassar informações.

Perguntas:

Quem é Sócrates e o que ele quis ensinar com esse texto?

Sócrates é um filósofo ateniense. Ele ensina a importância de filtrar informações antes de compartilhá-las, usando as três peneiras da verdade, bondade e utilidade.
Qual o sentido das peneiras na leitura?

As peneiras representam critérios pelos quais as informações devem ser filtradas antes de serem compartilhadas, garantindo que sejam verdadeiras, boas e úteis.
As pessoas que conhecemos costumam ter esse comportamento?

Muitas pessoas têm o hábito de compartilhar informações sem considerar sua veracidade, bondade ou utilidade. Algumas agem impulsivamente para serem as primeiras a contar uma novidade.
Em caso afirmativo, houve consequências? Enumere-as.

Consequências podem incluir a propagação de boatos, mal-entendidos, e até mesmo prejudicar a reputação de alguém. A falta de filtragem pode causar danos irreparáveis.
Como posso avaliar se o que vou falar é verdadeiro, bom e necessário?

Antes de compartilhar informações, questione sua veracidade, avalie se são construtivas e reflita sobre sua utilidade. Se não atenderem a esses critérios, é melhor não compartilhar.
É fácil ou difícil tomar conhecimento de alguma história, guardar segredo ou simplesmente esquecer que ouviu, sem maiores comentários.

Pode ser desafiador, mas é uma habilidade valiosa exercer o discernimento ao lidar com informações e decidir quando é apropriado compartilhar ou manter em segredo.
Você já foi atingido por um mal entendido assim? Como você se sentiu?

Mal-entendidos podem causar desconforto e prejudicar relacionamentos. É importante abordar essas situações com empatia e esclarecer equívocos para evitar danos maiores.
“Fazer aos outros somente aquilo que queremos que façam a nós.” Como você interpreta essa máxima?

Essa máxima destaca a importância da empatia e do respeito mútuo. Ao agir de maneira que gostaríamos de ser tratados, contribuímos para relações saudáveis e positivas.
Desenvolvendo a Criatividade:

a) Interpretação do Texto:

Pode-se criar uma representação artística que destaque as três peneiras e como elas filtram informações. Isso pode ser feito por meio de desenhos, colagens ou até mesmo uma poesia visual.

b) Comentário sobre Verdade – Bondade – Necessidade:

O texto enfatiza a importância de aplicar os filtros da verdade, bondade e utilidade antes de compartilhar informações. Esses critérios são fundamentais para promover relações saudáveis e evitar danos desnecessários causados por fofocas e boatos. Ao adotar essa abordagem, é possível cultivar uma comunicação mais consciente e responsável.

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.