Diário 2- Pandemia: Revelações divinas sobre o momento que vivemos

0
138

Quando teve início do toque recolher em Andradas-MG, recomendação para a população ficar em casa. Eu resolvi intensificar minha a oração pessoal e ver quais os recados de Deus para nosso povo. Sou atualmente ministro da palavra, já fui ministro da eucaristia, membro de várias pastorais, mas o que me ensinou a rezar foi a RCC(Renovação Carismática Católica), da qual fiz parte entre 1996 até 2004, na RCC fui pregador e membro do ministério de cura, recebi a unção das mãos por Fanucci, um velho líder da RCC.

Na madrugada de terça feira, 17 de fevereiro, a revelação divina veio do livro de Jeremias (Jer 6,16-24) . “16Assim fala o Senhor: sustai vossos passos e escutai; informai-vos sobre os caminhos de outrora, vede qual a senda da salvação; segui-a, e encontrareis a quietude para vossas almas. Responderam, porém: Não a seguiremos!” Até parece o que acontece nos dias de hoje, o presidente da república (Jair Bolsonaro) fala que é apenas uma gripezinha, o povo vai aos supermercados que ficam lotados, muitos idosos ficam nas ruas e bares, ignorando o toque de recolher.

17Coloquei sentinelas junto de vós, ficai atentos ao som das trombetas. E eles responderam: Não lhes prestaremos ouvidos!18Portanto, escutai, ó nações: saiba a assembléia o que lhe vai acontecer.19Terra, escuta: vou mandar sobre esse povo uma desgraça, fruto de suas maquinações, já que não ouviu as minhas palavras, e desprezou os meus ensinamentos.” E Deus mandou, uma doença que mesmo com todo o avanço tecnológico, o mundo não consegue achar uma vacina. O dinheiro de nada vale, pelo contrario, os endinheirados que viajaram pela Europa, foram os primeiros a ficar infectados, os planos de saúde não podem suportar, os carrões de nada valem na hora da pandemia, ricos em pobres estão no mesmo barco. “20Que me importam o incenso de Sabá e as canas aromáticas de longínquos países? Não me agradam vossos holocaustos, nem me comprazem os sacrifícios.21Eis por que, assim fala o Senhor: vou criar obstáculos a esse povo onde pais e filhos tropeçarão. E vizinho e amigo encontrarão neles a morte.” A palavra de Jereminas é para os dias que vivemos, os incensos usados em países asiáticos de nada valem para afugentar a peste. Pais e filhos tropeçarão dentro de suas casas, confinados e uns com medo de passar a peste ao outro, afinal, não se sabe quem está infectado. Vizinhos e amigos encontrarão a morte diz o profeta, esta verdade se mostra no medo de encontrar alguém que está com o vírus e isto faz o povo se fechar em suas casas. “22Assim fala o Senhor: Eis que do norte surge um povo, e dos confins do mundo ergue-se uma grande nação.23Manejam o arco e o dardo, e são cruéis e sem compaixão. Seus urros assemelham-se ao bramido do mar; e montarão em cavalos, dispostos a combater como um só homem contra ti, filha de Sião.24Ante tal notícia caíram-nos os braços, a angústia apossou-se de nós, como as dores de uma mulher no parto.” A angustia toma conta das pessoas que ficam em casa, esperando o pior, os médicos de nossa cidade dizem que o hospital não tem capacidade de atender as pessoas, não mais que meia dúzia de respiradores existem na Santa Casa para atender os 40 mil habitantes.

Mas existe uma luz no fim do túnel, ricos e pobres voltam-se para Deus, o único que pode sanar a pandemia.

 

 

COMENTE

Por favor digite o seu comentário
Por favor informe o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.